nada haver e nada a ver

“Nada a ver” e “nada haver”. Quando usar?

[ad_1]nada haver e nada a ver

 

Hoje o assunto é nada haver. Sabia que, em muitas vezes em que se escreve nada haver, o correto seria nada a ver. Pois bem, “nada a ver” e “nada haver” ─ quando usar?

Nada a ver

Quando falamos de relação, ou melhor, algo sem relação, o correto é “nada a ver”, expressão originada em “tem nada que ver”.

Exemplos:

Eu não tenho nada a ver com isso.

Essa roupa tem nada a ver comigo.

Nada haver

Sim,  acontece “nada haver”.  Porém, apenas como consequência do advérbio e do verbo um após o outro, e não como uma expressão de significado próprio.

Exemplos:

Por nada haver para fazer, resolvi cochilar.

Fiquei decepcionado por ele nada haver dito sobre a festa.

“Haver” é também usado como indicativo de que há algo a receber ou acertar.

Antônio tem um bolo a haver na padaria. (A padaria deve um bolo a Antônio)

Antônio não tem mais nada a haver. (Não se deve mais algo a Antônio)

Dúvidas? Escreva um comentário!
[ad_2]

Comentários

10 thoughts on ““Nada a ver” e “nada haver”. Quando usar?

Deixe um comentário